Revestimento 3D


Uma verdadeira evolução do tradicional papel de parede, esse tipo de revestimento proporciona movimento e profundidade através de sua superfície em alto relevo.

É a cara da decoração contemporânea, chique e elegante. Um material que pode ser utilizado em diversos ambientes da sua casa ou do seu escritório também.


Os revestimentos tridimensionais são uma excelente opção para quem quer dar textura a um ambiente sem carregar em objetos decorativos como: quadros, prateleiras, estantes, etc. Já falamos aqui no site como decorar grandes paredes vazias, corre lá pra ver.

Por ter essa superfície em relevo, uma luz direcionada cria um efeito ainda mais sofisticado, proporcionando um jogo de luz e sombras bastante interessante.


Se você estava na dúvida em escolher o revestimento, vou te dar uma má notícia amiga... existem milhõõõõõõeeesss de desenhos e cores para esse tipo de material. Os librianos se deram mal nessa!

Obviamente não dá pra mostrar aqui cada um dos desenhos que existem no mercado, mas vamos abordar um pouquinho dos tipos de matéria prima desse produto , para que você saiba onde e como usá-lo. Além disso, é importante escolher o modelo com proporção mais adequada àquele ambiente.


- Cimentíceo:

Esse produto é feito a base de concreto em forma de placas e pode ser utilizado tanto interna, quanto externamente, inclusive banheiros.




- Madeira:

Produzido em madeira maciça e de reflorestamento, o material é tratado e pode ser utilizado em áreas residenciais ou comerciais.




- Gesso:

São placas mais leves , podem inclusive ser aplicadas em superfícies de drywall.

Esse tipo de material não pode ser molhado, então evite em áreas externas. Para banheiro onde a umidade é maior, prefira as placas 3D feitas a partir de gesso acartonado específico (verde). É um bom isolante acústico

É uma opção mais barata em relação as demais.





- Fibras vegetais:

De composição natural, ecologicamente correta utiliza fibras vegetais processadas sem utilização de química prejudicial a saúde. Biodegradável e 100% reciclado.

Permite ser colado sobre revestimento anterior, desde que nivelado. É um bom isolante termo-acústico. São coladas com cola ou fita dupla-face. Pode ser usado em diversos ambientes mas longe do calor e umidade em excesso. Podem ser pintadas.





- Pedra:

Possui aspecto mais rústico e é mais comumente empregado em fachadas e áreas externas.




- Alumínio:

Podem ser usadas interna e externamente. É um produto vendido por m2 e seu acabamento é acetinado. Costumam ter o preço mais salgadinho...



- Cerâmica (porcelanatos):

Funciona com as mesmas características de um porcelanato já conhecido. Pode ser molhado e é mais resistente a abrasão. Por serem retificados, suas juntas são mínimas para um efeito próximo ao monolítico.



- PVC:

Resistentes a água, podem ser aplicados em banheiros e áreas externas. Também podem ser aplicados sobre outros revestimentos, desde que nivelados... sempre!




Por ser um material da “modinha”, pode cair em desuso facilmente.

Lembra das polainas... quem nunca? Então, se você curte muito esse material, procure colocá-lo em um trecho não muito grande da sua casa. Ele pode muito bem valorizar um cantinho meio morto, mas confesso que tenho medo quando vejo a sala inteira revestida com esse material (a não ser que esteja sobrando grana e você possa trocá-lo assim que enjoar).

Outra coisa deixe que ele brilhe sozinho. Nada de pendurar quadros e outros elementos sobre ele. Uma boa iluminação dá conta do recado!


0 visualização

Siga-nos

  • Pinterest
  • Facebook
  • Instagram

R. Nardy Muller da Costa, 185 CS 12 - Curitiba - PR - 81220-060

©2020 Desenvolvido por Conexão Cool