Lâmpada de filamento


Nunca a famosa fase de Lavoisier se encaixou tanto no quesito decoração como nos dias de hoje afinal, “Nada se cria ... tudo se copia”. As tendências vão e vem como ondas: uma releitura aqui, uma repaginada ali... e eis que alguma coisa lá dos primórdios ressurge como fênix. Aqui nas dicas da Conexão Cool já abordamos diversos produtos assim: o veludo e o cobogó por exemplo.

Agora é a vez das lâmpadas de filamento de carbono, mais conhecidas como lâmpadas retro, aquelas mesmas do Tio Thomas.


Esse tipo de iluminação gera mais calor do que luz propriamente dita e, por isso, não deve substituir todas as lâmpadas da sua casa (a conta de energia e o planeta agradecem). Na verdade, elas servem como elementos decorativos bastante marcantes num ambiente. Possuem filamentos em diversos formatos e uma quantidade de bulbos capazes de satisfazer qualquer gosto.


Os tipos de luz gerada por essas lâmpadas são extremamente agradáveis ao olhar devido a temperatura de cor bastante amarelada, parecida com a cor da luz solar, mais suaves até que as antigas incandescentes de tungstênio que hoje estão proibidas no Brasil em potências acima de 40W. As lâmpadas de filamento de carbono possuem baixa potência e não substituem a iluminação principal. Sua utilização tem o caráter mais decorativo, não sendo aconselhável em áreas de estudo ou trabalho.







As lâmpadas de filamento podem acabar saindo mais em conta se considerarmos que ela é a estrela da festa e escondê-la sob uma cúpula seria ultrajante.

Atualmente, já existem opções em LED semelhantes as de carbono com todas as vantagens já conhecidas de um diodo emissor de luz.

Selecionamos diversas fotos do Pinterest para iluminar seu dia!


0 visualização

Siga-nos

  • Pinterest
  • Facebook
  • Instagram

R. Nardy Muller da Costa, 185 CS 12 - Curitiba - PR - 81220-060

©2020 Desenvolvido por Conexão Cool