Piso Vinílico


Aí você recebe as chaves do ap novo, dá de cara com aquele contra-piso “bunitcho” e demora uns 5 anos pra decidir entre as zilhões de possibilidades de revestimento. Então, finalmente, bate o martelo e escolhe um lindo piso de madeira, desses de mansão de novela!!!! Mas........ descobre que vai ter que vender os rins para ter o objeto de desejo.

A boa notícia é que existem outras possibilidades no mercado que possuem um aspecto visual muito similar ao de madeira maciça e com muitas vantagens. Nesse post vamos nos focar apenas no piso vinílico. Caso queiram podemos falar das outras possibilidades em outro post.


O piso vinílico é um revestimento produzido, basicamente, a partir do PVC. Dependendo da maneira de produção ele é recomendado para áreas residenciais ou comerciais, por isso é importante mencionar ao vendedor onde ele será instalado e então, ele irá te orientar a opção mais adequada.


Você vai encontra-lo de 3 formas (pensou que tava fácil escolher né!). Podem ser em mantas, em réguas ou placas. Ah, mas tem mais! As réguas podem ser autocolantes, clicadas ou coladas. Calma! Uma coisa de cada vez!


As mantas

-É o tipo mais econômico.

-Vem em rolos com espessuras variáveis (quanto mais espesso, mais resistentes). Podem ser aplicados por cima de pisos existentes, desde que em bom estado (exceto madeira). É utilizada cola para aplicação e suas juntas soldadas.


Réguas

- Nesse tipo as peças se assemelham a tábuas e podem ser coladas com cola ou já virem autoadesivadas.

- Requer um contrapiso bem nivelado

- São os que mais se assemelham aos pisos de madeira

- O modelo “CLICK” não utiliza cola, as peças são encaixadas uma a outra. Teoricamente... você instala, se muda e leva o piso na caçamba... teoricamente, porque nunca vi ninguém fazer.



Placas

-Geralmente são utilizadas para áreas comerciais de alto tráfego

- O tipo mais comum é o da marca Paviflex


Mas porque afinal esse material virou queridinho da decoração?

Porque é o famoso BBB...É bem parecido aos pisos de madeira, é mais barato e tem muitas vantagens:

- A instalação é bem rápida, ainda mais se estivermos falando de mantas

- Tem alta resistência a riscos. Eu disse alta resistência.. sim, ele pode riscar. E não se iluda , riscou.. trocou. No caso da madeira, bem mais suscetível , os riscos podem ser corrigidos.Dá um trabalhão, mas não precisa trocar tudo... Avalie bem.

- São super confortáveis ao toque. Diferente dos porcelanatos glaciares

- Fazem menos barulho ao pisar. Vizinhos agradecem!

- Vem em diversas padronagens

- É antialérgico

-Fácil manutenção

- Possui boa durabilidade. Considerando uns 15 anos até que está bom né!

Tá bom ou quer mais?

Mas a grande dúvida que ouvimos é: “Pode ou não pode em áreas molhadas?”


A resposta é simples. Vai jogar balde? Então não pode, simples assim.

Para banheiro, varandas descobertas e áreas externas prefira outro material. Até existe uma opção no mercado direcionada para banheiros, o “Wetroom”, que promete ser à prova dágua, mas né....

Já para a cozinha, vai depender da sua rotina. Você é do tipo que adora usar água como se não houvesse amanhã? Ponha porcelanato. Se contenta com uma limpeza com pano torcido e detergente neutro... se joga!

Veja as fotos inspirações que separamos para você e diga se não é realmente uma ótima opção!


0 visualização

Siga-nos

  • Pinterest
  • Facebook
  • Instagram

R. Nardy Muller da Costa, 185 CS 12 - Curitiba - PR - 81220-060

©2020 Desenvolvido por Conexão Cool